Shows deste domingo.

São Paulo é uma cidade receptiva, apesar de tudo. E hoje, neste domingo, com mínima de 11 °C e máxima de 24 °C, vão rolar alguns shows bem bacanas, mas que eu vou perder, e nem por isso deixo de recomendar.

A Cultura Inglesa está promovendo um evento gratuito, que vai rolar hoje, no Parque da Independência, na zona sul de São Paulo. Várias bandas irão se aprensentar e entre elas, Franz Ferdinand.

O evento já começou, pois estava agendado para ter início às 11h e, reza a lenda, que a banda se apresentará às 18h. Então, vale a pena passar por lá e conferir o som ao vivo.

E na Penha, zona leste de São Paulo, vai rolar um show com várias outras bandas, entre elas meus amados do Dance Of Days. Então, quem curte as duas bandas tem que escolher entre uma, pois os shows prometem esquentar esse domingo frio da cidade que não quer ser cinza.

Franz Ferdinand no Parque da Independência: na faixa. Maiores informações pelo site: http://festival.culturainglesasp.com.br/

Dance Of Days + DeCore, Kacttus, Blues Drive Monster, Cabaret Metro, Nessuno e os Cães de Pavlov: 1º lote R$ 10,00 (somente na 255)
2º lote R$ 15,00 – Porta R$ 20,00. Local: Império Beer
R. Mercedes Lopes, 990 esquina c/ Av. Gov. Carvalho Pinto (Tiquatira) – Penha – SP.

Spinelli Détachez.

Greve no Metrô e CPTM 2012.

Essa coisa de greve no transporte público, parece até um evento anual. Ano passado rolou a mesma putaria da parte dos trabalhadores do Metrô e da CPTM, e eu até entendo que todos tenham direito de ir e vir, mas cara, não se pode levar essa greve muito adiante, pois existem milhões de outros trabalhadores, que têm o mesmo direito de ir e vir, que dependem destes transportes.

É como se os médicos entrassem em greve. Vejamos pelo seguinte ângulo de gravidade da coisa, a saúde pública já é um lixo, e ainda me vêm os médicos querendo meter o louco e entrar em greve? O mesmo acontece com o transporte público.

O Brasil é um país com a mente pequena, muito fechada e ainda quer sediar uma Copa do Mundo? São Paulo é a cidade que tem o melhor transporte mediterrâneo do mundo, e os caras ainda estão insatisfeitos?

Vejam no edital do concurso público aberto para a CPTM que encerra as inscrições em Junho. O sálario não é muito alto, mas para quem quer começar uma carreira em um cargo público, na minha opinião está de bom tamanho.

Compreendo que todos tenham direito de lutar pelos seus ideiais, mas isso já passa do cúmulo do rídiculo, visto que não existe outro método seguro para e “rápido” para que as pessoas se locomovam. E ainda me fodem a vida, paralisando as linhas onde o fluxo de pessoas é maior.

As linhas afetadas foram a Vermelha do Metrô, que para quem não sabe, é a linha onde o fluxo de gente é insano, visto que é bem no centro de São Paulo. Linha Azul do Metrô que vai da zona norte à sul, linha Verde do Metrô, que também pega o Centro de São Paulo.

Já na CPTM, paralisaram as linhas 11 Safira e a 12 Coral, que são conhecidas como “Extremo Leste”, onde o fluxo de pessoas também é muito grande.

Já as linhas Amarela da Via Quatro e a linha Lilás, que pega a região de Santo Amaro, estão funcionando normalmente, mas também haviam entrado na lista das que iriam parar hoje. As demais linhas, funcionam normalmente.

Agora, o nosso governador Geraldo Alckmin fala coisa que parece que saiu do cú dele, dizendo que a greve é  “político-eleitoreira”, e acusa os líderes da greve de querer prejudicar a população. O presidente do sindicato dos metroviários, Altino de Melo Prazeres Júnior, disse que não foi a intenção deles prejudicar a população, pois algum “espertinho” deu a idéia de deixar a catraca livre.

Ontem mesmo, eu estava conversando com meu namorado, e ele disse que acha que o transporte público é cobrado, porque, imagine a catraca livre e todos transitando por Sao Paulo! Seria um caos pior do que essa greve maldita que invetaram de fazer quando mais se precisa do transporte público, visto que a linha Safira, que vai de Osasco à Grajaú, já não funciona aos domingos.

Então vamos rever nossos conceitos e por a mão na consciência. Somos um país pobre, com gente mais pobre ainda, que sequer sabe fazer uma revolução. E tenho dito!

 

Spinelli Détachez.

Eventos em São Paulo.

Hoje eu vim falar sobre a Virada Paulista. É a 6ª ediçõ do evento, que vai rolar nos dias 19 e 20 de Maio em mais de 27 cidades do interior de São Paulo e algumas da região metropolitana.

Haverá muitas apresentações e muita gente boa mandando musica para todos os gostos.

Entre os artistas, estão Emicida e Negra Li que se apresentam em Indaiatuba. Jundiaí recebe Os Titãs. Em Santo André, as pessoas poderão curtir a musica de Tiê. Diadema recebe o Planta e Raiz. Em São José dos Campos, se apresentarão os Moveis Coloniais de  Acajú e em Barretos, Cachorro Grande. Lobão e Fernanda Abreu se apresentam em Marilia, e Moraes Moreira em Socoraca.

Maiores informações acessem o link: http://catracalivre.folha.uol.com.br/editoria/virada-cultural-paulista/

O MIS, recebe uma exposição de fotos chamada Andy Warhol: Polaroids and Photos, no mês de Maio. As fotos vão de artistas americanos à Pelé. A expo fica em cartaz de 5 de Maio à 24 Junho e vale muito à pena, pois as fotos são em polaroid, sem nenhum tipo de tratamento. O valor da expo vai até $4.

MIS – Museu da Imagem e Som, Avenida Europa,158 – Jardim Europa (11) 2117-4777.

 

Spinelli Détachez.

 

Pós Virada Cultural 2012.

Comecei a noite do dia 05/05 no metrô Anhangabaú. A programação inicial era ver os covers no Shopping Light e ir para casa, mas… Estava já rolando um set list incrível de Deep Purple. A vibe da galera estava insana e eu estava me sentindo em casa, como se estivesse ouvindo os vinis que meu pai colocava para eu ouvir.

A banda era boa, mas não curti muito o tecladista. A batera estava mais alta que a guita e na minha opinião, só o vocal e o baixo salvaram a noite. A banda cover era Fractius.
[http://www.facebook.com/banda.fractius]

Após o show, a galera estava quente, e eu e meu companheiro fomos esquentar na Augusta. Andamos e perambulamos procurando minha prima, quando decidimos voltar para o Shopping Light. Estava quase começando o show do cover de Kiss. Vimos apenas 3 musicas, mas estava lotadíssimo, e muito mais quente do que no Purple. Mas igualmente insana a vibe da galera.

Depois fomos para o Vale do Anhangabaú ver música clássica. Tinha uma banda muito boa, mas infelizmente eu não me lembro o nome deles. Só sei que encerraram a noite com uma musica que dizia: “Se farinha fosse
americana, mandioca importada, banquete de bacana era farinhada…”.

Perdi muitas coisas, mas eu posso dizer que esse ano, valeu a pena ter ido. Apesar de ter visto muita gente se drogando, sem saber como curtir, estragando o rolê dos outros, eu e meu companheiro nos divertimos muito e curtimos com muita segurança e consciência.

A Virada Cultural deveria ser um evento consciente, mas infelizmente poucas pessoas são esse valor real que o evento possui. Vamos ver se ano que vem, a coisa melhora…

Spinelli Détachez