Ressaca – Kazebre!

Por @Detachez

Como todos já sabem o Kazebre reabriu as portas este ano e por conta disso, vão fazer vários eventos em Janeiro para receber os fãs de rock clássico, música brasileira e muito mais.

Sendo assim, segue a agenda completa.

03/01 – HARD ROCK NIGHT

THE CULT – ELECTRIC LOVE
SKID ROW – BIG GUN
GUNS N’ ROSES – LIKE A SUICIDE

Foto: Fotolog Screamfromemo.

Foto: Fotolog Screamfromemo.

04/01 – WOODSTOCK NIGHT

FIREFLY – CLÁSSICOS DO ROCK E DO WOODSTOCK
CREAM – AEROTREM
JIMI HENDRIX – AYRES, MURARI E LEANDRIX EXPERIENCE
CREEDENCE CLEARWATER REVIVAL – CREEDENCE ALL

10/01 – HEAVY METAL NIGHT

7TH HORSE – CLÁSSICOS DO HEAVY METAL
JUDAS PRIEST – ELECTRIC EYE
PANTERA – DOMINATION

11/01 – NOITE DOS IMORTAIS

MAKINA 70 – CLÁSSICOS
CAZUZA – BANDA IDEOLOGIA
MAMONAS ASSASSINAS – DIET MUSIC
LEGIÃO URBANA – LEGIÃO URBANA OFICIAL COVER

Foto: agendadeshows.org

Foto: agendadeshows.org

18/01 – ROCK IN RIO’85 REVIVAL

WHITESNAKE – SERPENS ALBUS
QUEEN – CLASSICAL QUEEN
OZZY OSBOURNE – OZZMOSIS (BANDA DO TOMÉ, COVER OFICIAL DO OZZY OSBOURNE)

24/01 – ALTERNATIVE ROCK FESTIVAL

GREEN DAY – GREEN DAY COVER BAND
STONE TEMPLE PILOTS – BIG BAND
OASIS – ELECTRICS
FOO FIGHTERS – BREAKOUT

25/01 – TRASH METAL NIGHT

EXODUS – VALVED
MEGADETH – MASTERPIECE
METALLICA – METALLICA MASTER TRIBUTE

Sobre o Kazebre.

Site oficial: [ http://www.okazebre.com/ ]
Endereço: Av. Aricanduva , 12000 , Vila Califórnia, São Mateus, São PauloSP. Telefone: (11) 6112-9299.
Clique aqui para saber Como chegar.

 

Texto: Spinelli Détachez.
Informações: Kazebre.

Anúncios

Tá Na Moda – Praia!

Por @Fernanda__Tozzi

E ai gente, como passaram o Natal? Abusaram na comida COM CERTEZA né?! Hahaha Quem nunca?! Eu sempre.

Bom como a maioria vai passar o Ano Novo na praia (inclusive eu) preparei algumas dicas de produtos capilares para vocês. SIM, CAPILARES! Todo mundo que vai para praia acaba se preocupando apenas com a pele e acaba se esquecendo por completo dos fios, que acabam sofrendo muito com sol, água do mar ou piscina. Selecionei 3 produtinhos baratos e totalmente necessários nessa e em qualquer época do ano.

Foto: Reprodução.

Foto: Reprodução.

1)      Charming Spray de Brilho com Óleo de Argan (azul) – R$25- Produto exato para aquelas que não abrem mão de um secador e chapinha na praia e na vida. É um protetor térmico com uma textura bem levinha e nada oleosa e dizem que óleo de argan é bom em tudo, então bora se jogar.

2)      AcquaFlora Surf Spray- R$20,90- Surf Spray tem a função de deixar seu cabelo com a cara da praia. Meio podrinho e ondulado o único problema é que as ondas não duram o dia inteiro (particularmente acho que fica mais bonito assim) então quem gostar dele bem onduladinho vai ter que usar um fixador junto.

3)      Leite para Pentear Elève Solar, da L’Oreal-R$11,00. Ele é para cabelos expostos ao sol, vento, mar e piscina e basicamente é um protetor solar para os cabelos. Tem uma textura bem levinha e super ajuda a desembaraçar o cabelo.

É isso gente, quero ver todas com os fios lindos na praia e lembrem-se que o natural também está na moda. Beijocas, Feliz ANO NOVO (UHUUUUUU) e até ano que vem!

Texto: Fernanda Tozzi.
Revisão: Spinelli Détachez.

Rapidinhas – Natal.

Por @Detachez

A equipe do blog gostaria de desejar muita paz e amor, um feliz natal e tudo o mais a todos os leitores, pessoas que ajudam, divulgam, compartilham e fazem deste um dos blogs mais coloridos da cidade que não quer ser cinza.

E eu em especial gostaria de agradecer a todos os colaboradores deste ano: Caio Cícero me, sei se vai ver esse texto, mas de qualquer forma obrigada pelas entrevistas exclusivas. Bruno Rodrigues que encantou a Coluna de Música, Michel dos Reis que tomou as rédeas depois, obrigada por tudo que fizeram por mim e espero a volta de vocês ansiosa, mesmo que com outra coluna ou assunto.

Feliz Natal colorido. ♥

Feliz Natal colorido. ♥

Gostaria de agradecer a Fernanda Tozzi que entrou com tudo falando de um público que lê muito o blog, os jovens. Obrigada minha linda. Também agradeço a Keisa Kessia, por toda a ajuda com a coluna dos leitores que tem pouco recomendado. Mayara Moreno, obrigada pela ajuda com a coluna de artes. Luiz Junior, finalmente este ano nosso projeto de trabalhar juntos deu certo, então, obrigada pelos belos textos da Rapidinhas. Flávio de Marchi, por ter “quase” assumido a Coluna de Música. Ainda está na equipe!

E em especial, gostaria de agradecer ao Amauri Lava, por ter confiado em mim, me convidando para escrever uma coluna sobre homens em seu blog. E por ter aceitado a recíproca de escrever sobre esportes aqui. Apesar de termos nos visto duas vezes ao longo desses quase seis anos, eu te amo. Amo muito.

Feliz Natal!

Texto e foto: Fernanda Saraiva {Spinelli Détachez}

Sports – Domingo de campeãs

Por @amauritadeu

Olá amigos tudo bem com vocês???

Futebol Feminino:

Aconteceu neste ultimo domingo (22/12) a final do Torneio Internacional de Futebol Feminino, em Brasília, com o tetra campeonato da nossa seleção feminina. A partida aconteceu no estádio Mane Garrincha e com a goleada de 5×0 sobre a seleção chinela o Brasil conquistou o seu quarto campeonato na competição. Os gols do Brasil foram marcados por Formiga, Marta, Darlene, Cristiane e Debinha.

futebolFoto: Adalberto Marques / Agif / Gazeta Press

Campanha até a final:

Brasil 2 x 0 Chile

Brasil 3 x 1 Escócia

Brasil 0 x 0 Canadá

Handebol Feminino:

E hoje diretamente da Servia, o handebol feminino conquistou seu primeiro titulo do mundial de handebol, com o placar de 22×20, as brasileiras conquistaram seu primeiro titulo em um Mundial da categoria, jogando contra a torcida, pois a final foi exatamente contra as donas da casa o Brasil se portou bem e consolidou o resultado que deu o triunfo inédito para as meninas até então desconhecidas da grande massa brasileira.

handebolFoto: AP

Abraços e Bom natal a todos

Texto produzido por Amauri Lava

Revisão: Spinelli Détachez.

Ressaca – Marcelo Rubens Paiva.

Por @Detachez

Muitos não se esquecem do primeiro gol, feito no pátio da escola. Ou do primeiro frango, quando se foi escalado à revelia para jogar debaixo das traves. Do primeiro beijo de língua, da primeira cicatriz, do primeiro fora e da primeira vez em que se ouviu “eu te amo”, ninguém se esquece.

Também não nos esquecemos da primeira vez em que ouvimos “vou para a casa da minha mãe”, do primeiro divórcio, da audiência na Vara da Família, do terno e do cinismo do advogado do outro, e do tédio do juiz, que já ouviu aquela ladainha tantas vezes…

Nem do primeiro reencontro casual com a ex, em que ela, sorridente, está mais bonita, mais loira, menos cacheada, mais magra, com um par de seios novos, maiores e um vestido bem mais curto que os anteriores, muito bem acompanhada por alguém mais bronzeado, simpático, gente fina e absurdamente mais sarado.

Ela também não se esquece do dia em que vê o ex saindo do restaurante mais caro da cidade- enquanto antes só a levava no pé-sujo mais barulhento-, abraçado a uma garota mais nova que os filhos deles, usando boné, tênis All Star, sem os cabelos brancos de antes, mas ainda com aquela eterna barriguinha, fumando [desde quando voltou a fumar?] e entrando num carro que daria para pagar a pensão alimentícia de todas as mulheres presentes no empreendimento gastronômico citado.

Ambos os gêneros não se esquecem do primeiro orgasmo, do dia do sim, da lua-de-mel e da primeira vez em que ele é obrigado a dizer “isso nunca me aconteceu”. Também não nos esquecemos da primeira vez que em ouvimos “não é isso que você está pensando”, “o problema não é você”, “o celular estava no vibracall” e “não bufa”. Nem da primeira camisinha. Muito menos da primeira camisinha estourada.

Diz o pensador Washington Olivetto, que uma garota não se esquece do primeiro sutiã. O que as garotas não sabem é que nós, garotos, não nos esquecemos da primeira vez em que prendemos o bem mais precioso no zíper da calça. Vemos estrelas. É como se o Big Bang se repetisse bilhões de anos depois.

Sr. Marcelo Rubens Paiva

Sr. Marcelo Rubens Paiva

Elas nunca se esquecem da primeira curetagem, e eles, do primeiro exame de próstata. Acho que poucos se lembram da queda do primeiro dente-de-leite. Mas ninguém se esquece da primeira extração do primeiro siso. Ou da primeira operação para extrair as amídalas. Ou da primeira dentadura.
Não nos esquecemos também quando o limite de colesterol passou para o nível inaceitável, ou quando ouvimos pela primeira vez a pergunta: “Você tem caso de diabetes na família?”

Da primeira vez em que o time de coração ganhou a Libertadores, alguém se esquece? Nem os corintianos, da quantidade de vezes em que o time foi eliminado perto das finais. Nem em qual churrasco estava nas finais das Copas do Mundo de futebol. Nem do pênalti perdido pelo craque do time na decisão. Ou da primeira vez que entrou num estádio. Ou dá última, em que passou mal, depois de jantar o dogão com purê e maionese da rua em frente.

Ninguém se esquece da primeira vez em que andou de bicicleta sem rodinhas, da primeira vez em que boiou sem a ajuda dos braços do avô, do primeiro tombo do cavalo. E do primeiro e indigesto fio de cabelo branco, alguém se esquece?

E do tamanho do primeiro celular? E da primeira bicicleta? E do primeiro carro? E da cara do primeiro instrutor da autoescola? E de todas as casas em que morou? E do primeiro cachorro? E de todos os outros? E dos gatos? Da babá? Da primeira escola? E da última? Da primeira namorada? E da última?

Tudo bem se esquecer do número do PIS/Pasep, ou do passaporte, que muda a cada cinco anos. Mas alguém se esquece do número do próprio celular, RG, CPF ou do telefone da mãe? Do aniversário?

Alguém se esqueceu da reação que teve quando soube que o Senna, o Tancredo, a Diana, o John Lennon, os Mamonas e o Michael Jackson morreram? E por qual canal assistiu a queda das Torres Gêmeas no 11 de setembro? E da primeira greve? Do primeiro voto? Da primeira vez diante da urna eletrônica? Da primeira vez que voou de avião, ou helicóptero, ou para o espaço?

E a Zélia anunciando pela tevê que cada brasileiro teria o direito de sacar apenas R$ 50? E das Diretas Já? E dos caras pintadas? E do Collor dando adeus? E do que estava fazendo no dia do blecaute? E do dia em que o PCC parou a cidade?

Alguém se esquece do cheiro da avó? Do perfume do amante? Do gosto da manga, da água de coco, do caju, do figo? Do cheiro do mar? De dizer “feliz ano novo”? De curar soluço? Do primeiro vestibular? Do homem chegando na Lua? Do primeiro porre?

Depois dizem que somos um povo sem memória.

 

Texto: Marcelo Rubens Paiva.
Foto: Ellen Fialho.

Leitores Recomendam – Livros

Por @kia_souee
Hoje não tem Coluna de Música, pois a coluna “Leitores Recomendam” invade com muita leitura!

Em meio a correria do dia-a-dia onde internet e televisão  podem resumir histórias, os livros parecem estar esquecidos, porém a matéria de papel com seu cheiro único sempre promete desvendar um segredo e nos surpreender a cada virar de paginas e acredite isso é encantador.

O famoso Bill Gates disse uma vez “meus filhos terão computadores, sim, mas antes, terão livros. Sem livros, sem leitura os nossos filhos serão incapazes de escrever- inclusive a sua própria história.” Em resumo podemos entender que computador não substitui livro e vice versa, precisamos ter conhecimento de histórias, matérias e mundos para que um dia possamos escrever nossas vivencias.

Ganhar livro é melhor que roupa!

Ganhar livro é melhor que roupa!

Amanda Damião, 18, estudante de secretariado Afirma que os livros dialogam com as pessoas, mexe com sentimentos que muitas vezes o leitor não consegue expor, pois algumas histórias possuem características semelhantes a de quem esta apreciando a literatura. A aluna diz que não há segredo para gostar de livros, porém, encontrar obras de gêneros no qual o leitor se identifique é um bom começo.

Com isso os leitores recomendam de hoje trás uma lista de livros que merecem ser lidos:

1-      A menina que roubava livros – Autor: Markus Zusak

2-      O caçador de pipas –  Autor:  Khaled Hosseini

3-      1984 – Autor: George Orwell

4-      Carrie – Autor: Stephen King

5-      A metamorfose – Autor: Franz Kafka

6-      100 anos de solidão – Autor: Garcia Marquez

7-      Blecaute – Autor: Marcelo Rubens Paiva

8-      Juízo Final – Autor: Sidney Sheldon

9-    A última música – Autor: Nicholas Sparks.

Texto e foto: Keisa Kessia.
Revisão: Spinelli Détachez.

TÁ NA MODA… WEB CELEBRIDADE

Por @Fernanda__Tozzi

Acho que assim como eu vocês estão cansadas de ver fotos de meninas/mulheres, lindas, com peles divinas, cabelos sedosos, corpos sarados e cinturinha de pilão né? Pois é, não estou falando de atrizes globais muito menos de Hollywood, estou falando dessas blogueiras, “formadoras de opinião”, trendsetter ou seja lá o que for.

Tem menina desse tipo com mais seguidores do que o John Mayer (acredite se quiser), coisa de 400 mil seguidores em Instagram, 150 mil no Twitter e mais de 100 mil likes no Facebook. São as chamadas “web celebridades”. Ficou bem fácil de você conseguir ter fama na rede, é só pagar de amiga de algum famoso, ter namorado/ficado com algum gatinho (ex colírio capricho) e PRONTO. FAMA INSTANTÂNEA.

Morrendo nos corpos, nas caras, no mar, morrendo, beijo tchau! Foto: Forma Turismo.

Morrendo nos corpos, nas caras, no mar, morrendo, beijo tchau! Foto: Forma Turismo.

Não estou fazendo essa coluna para criticar as meninas, óbvio que não! Até pago um pau para elas, são tão lindas… Aqueles corpos… Ai ai! Na verdade eu acho que essa levada foi até boa para um público mais jovem, com idade entre 12 a 20 anos. Estávamos MUITO carentes de uma influência bacana, até porque todos os nossos “ídolos” ou figuras em que nos inspirávamos, não apenas no modo de se vestir e sim falar, pensar, estavam todos no exterior. E conforme cresciam viravam péssimas influencias e se mostravam de cabecinha bem fraca.

Vejo isso bem diferente com essas meninas, elas até podem fazer as cagadas delas, até porque são humanas e são passíveis de erro. Mas elas transmitem uma energia bacana, além de te deixar sempre antenada nas coisas. Confesso que acho fútil aquela menina que só fala das roupas que ganhou, da bolsa Channel, da maquiagem não sei o que lá… Essas me enojam. Gosto dessas que te fazem sentir amigas delas. Mostram as coisas babado e principalmente valores (o que anda meio escasso por ai). Enfim, considero bem válido essas meninas contanto que elas não usem da fama alheia para subir na vida online, essas que pagam de piriguetinhas deveriam sumir do mapa.

Bom gente é isso, beijo e lembrem-se que estar na moda não é usar o boy magia para ganhar seguidores no Instagram hein…

Texto: Fernanda Tozzi.
Revisão: Spinelli Détachez.