SP Cidade Cinza

Por Fernanda Saraiva

São Paulo é a sétima maior cidade do mundo com quase 12 milhões de habitantes, mantendo boa parte da miscigenação brasileira de nosso país. O mundo com seus 7 bilhões de pessoas traz um universo dentro de cada um e dentre os moradores existem pessoas tão parecidas conosco que a gente duvida que seja verdade.

Bruno Santana tem 28 anos. É recém-formado em licenciatura de História e é também um apaixonado pela cidade de São Paulo. Mas não é um apaixonado qualquer. Ele também vê a cidade cinza de forma diferente, com um amor que é difícil expressar. Nas horas vagas Bruno gosta de ler para tentar pôr em dia o que ficou atrasado por conta da faculdade, mas usa a fotografia como um hobby que começou nos tempos do curso.

Foto por Bruno

Foto por Bruno

Ele tinha uma aula relacionada a cinema e com o incentivo dos colegas de sala e dos professores ele conheceu Sebastião Salgado. As primeiras fotos saíram do caminho do trabalho para casa (Bruno trabalhava na São Bento e mora em Pirituba, depois mudou o local de trabalho para a Luz), e o preto em branco saiu para impactar nas fotos, uma vez que, para Bruno, a imagem colorida possui muita informação. Este professor comentou algumas fotos dizendo que, mesmo que fossem tiradas em dias diferentes, no mesmo local, ainda assim apresentariam algo novo, um ângulo novo, formas diferentes.

Foto por Bruno

Foto por Bruno

Fui atrás do Bruno para conhecer um pouco mais do seu trabalho, tão parecido com o meu. Fomos “apresentados virtualmente” pelo Gabriel Ramone, um amigo em comum que estudou com o Bruno e trabalha comigo. “Quando eu vi (o SPNQSC) me perguntei se fui eu que havia tirado as fotos. Achei muita coincidência e fiquei muito contente em ver que outras pessoas também tem a mesma ideia que eu”, comentou Bruno.

A ideia do professor de Bruno sobre mesmo local, imagens diferentes, é conhecida como perspectiva, para a fotografia. Isso o assustou um pouco, pois quando ele viu as minhas fotos achou que alguém talvez pudesse estar usando suas fotos, por sua semelhança.

Foto por Bruno

Foto por Bruno

Foto por SPNQSC

Foto por SPNQSC

Foto por Bruno

Foto por Bruno

Foto por SPNQSC

Foto por SPNQSC

A ideia de Bruno daqui para frente é continuar mostrando uma sociedade que passa despercebida aos olhos daquela convencional. Ele gosta de mostrar em suas fotos moradores de rua ou situações atípicas na vida do paulistano/paulista comum: “Quero retratar aquilo que a sociedade em si não enxerga”. Não existem planos para escrever, mas uma ótima ideia seria aparecer na TV Minuto no metrô, onde qualquer pessoa poderia conferir seu trabalho e para Bruno isso seria emocionante.

Foto por Bruno

Foto por Bruno

E ainda deixa a mensagem para os leitores:

“Eu agradeço a oportunidade, fico muito feliz, é um incentivo a mais também. Deixo a dica para os leitores o meu perfil @sp.cinza011. Quem quiser me seguir. Valeu”.

Bruno Santana

Bruno Santana

Leia ouvindo:
Rats – O Lobo Do Mar
icone fone

Anúncios

Nota de explicação

Por Fernanda Saraiva

Caros leitores, gostaria de agradecer a compreensão de todos. Primeiramente, vou explicar algumas coisas sobre meu sumiço. Este projeto, que nasceu em março de 2011 veio sobrevivendo ao longo dos anos com a ajuda de amigos, voluntários e pessoas interessadas a ajudar. Muito disso se perdeu ao longo dos anos. Os colunistas iniciais foram viver suas vidas e eu tive que trocá-los por outros dispostos a ajudar e a escrever para colorir o dia a dia dos amates da cidade cinza.

Já se foram cinco anos. Hoje, meus colaboradores são apenas meu computador e minhas ideias loucas. Por este motivo acabei ficando cinco meses longe do blog e longe das notícias. Porém, estou tentando voltar aos poucos, aos trancos e barrancos e tentar convencer meus ex (e amados colunistas) a voltarem comigo. Portanto, prepararei para esse próximo mês, a partir de hoje, algumas publicações e participações especiais.

E o que vem por aí vai animar muito vocês:

Rodrigo Koala da banda Hateen.
Bruno Santana, professor de história apaixonado por São Paulo.
Uma atração internacional.
E algumas resenhas sobre o que anda acontecendo pela cidade.

Espero que todos gostem do que vem por aí!!

Logo menos em SPNQSC

Logo menos em SPNQSC