Morre filho de Geraldo Alckmin em Carapicuíba.

Ontem, foi um dia bem estranho. Fui ao trabalho, na véspera de feriado de semana santa, ao sair passei no bar para conversar com alguns amigos. Durante uma conversa igualmente estranha, soube que um helicóptero caiu perto da minha casa. “Perto” né, porque não é tão perto assim, mas, ainda assim, foi um choque. Muitas pessoas comentando sobre o assunto, porém, sem maiores notícias do acontecido.

Recebi uma mensagem no grupo da faculdade pelo WhatsApp, dizendo que o filho do Alckmin havia morrido. Fiquei em choque, porque, para mim, perder um filho é uma coisa impensável. De qualquer forma, não comentei nada, e vim embora. Ao chegar em casa soube que o acidente e a morte tinham uma ligação direta, pois Thomaz Rodrigues Alckmin, um homem de 31 anos, que tinha uma mulher e duas filhas, estava dentro do helicóptero, junto com os quatro amigos Carlos Haroldo Isquerdo Gonçalves, de 53 anos, Paulo Henrique Moraes, de 42 anos, Erick Martinho, de 36 anos, e Leandro Souza, de 34 anos.

Espero que Deus conforte a família de Thomaz, e a família de Geraldo.

Thomaz Rodrigues Alckmin, 31 anos.

Thomaz Rodrigues Alckmin, 31 anos.

SOBRE O ACIDENTE

O helicóptero da empresa Seripatri caiu sobre uma casa em Carapicuíba, na tarde de onte (02/04), sem deixar sobreviventes. O acidente ocorreu por volta das 17h20, segundo os bombeiros. A Seripatri informou, em nota divulgada às 19h11, sem listar os nomes, que um piloto e três mecânicos faziam um voo de teste depois de uma manutenção preventiva. A confirmação de que houve uma quinta vítima só foi divulgada pelos bombeiros por volta das 20h30, também sem divulgar nomes naquele momento.

Fonte: Globo.com

Texto: Fernanda Saraiva
Foto: Globo.com

Ressaca – É assim que se faz, é assim que se ama.

Por @Detachez

Para resgatar os bons frutos do meu começo, decidi mudar de vida, mudar de emprego, mudar de casa, mudar tudo. Mas algumas coisas não podem ser mudadas. O passado não pode ser mudado. Porém, temos em nossa mente um lugar em que podemos guardar aquilo que não se perde, e também não volta mais. Na verdade, o ser humano gostaria mesmo era de mudar as coisas ruins, como não pode, resta guardar o que ficou de bom.

Posso dizer que em 26 anos vivi muita coisa. Conheci muitas pessoas e claro, vivi muitas coisas ruins que gostaria de mudar, e por não poder mudar, resolvi fazer escrever sobre um lugar que marcou minha vida. Quem não tem aquele lugar preferido? Um lugar que fez parte da sua história, que você pode dizer: ‘ali tanta coisa aconteceu’. Um lugar que se falasse, contaria boa parte das suas histórias boas.

Eu moro em uma cidade da zona oeste de São Paulo chamada Carapicuíba. Para contextualizar a coisa, vamos começar com um pouco da história do município.

Carapicuíba começou sua história há muito tempo, por volta de 1580, quando o Padre Anchieta fundou várias aldeias em sua chegada à São Paulo. Mas, a história só começa para a cidade a partir de 1965, depois que se emancipou de Barueri. Carapicuíba é a cidade mais “pobre” dessa região. Cercada por Osasco, Barueri, Itapevi e Cotia, o município aos poucos vem tomando tamanho, lugar e aqui, podemos encontrar muita coisa bacana. O centro da cidade abriga muitas lojas grandes, o famoso calçadão com muitos camelôs, bancos e coisinhas pequenas, como sebos, lojas de artesanato e bares.

Dentre estes lugares, existe um que, com certeza faz parte da vida de todos que já passaram da fase adolescente: o Supermercado Extra. Localizado na Avenida Desembargador Dr. Eduardo Cunha de Abreu, o Extra foi certamente a casa de muitos jovens que moraram por aqui. Hoje em dia não tem mais a mesma importância de antigamente, mas não posso contar minha história sem falar um pouco daquele lugar. Com uma rampa para subir, o mercado era um ponto de encontro, onde fazíamos o esquenta antes de ir para algum show, ou o pós rolê, no final da noite.

Na minha época, os festivais de rock independente eram muitos, muitas bandas se apresentavam em minha cidade, bandas como NX Zero, (na época uma banda BOA), Houdini, Killi, até bandas grandes, que incentivavam as apresentações independentes, como CPM 22 e Dead Fish. O mercado fica ao lado de onde muitas dessas bandas se apresentaram: o Expo Oeste. Mas o foco hoje vai ser no mercado. Fiz muitos amigos naquele lugar e em época de Orkut, quantas comunidades não fizeram parte das piadas internas que começaram naquele lugar?

Lá aprendi que não devemos nunca tomar Sagatiba com batata palha; que tomar Balalaika no final da noite, pode fazer com que você perca todos os dentes na volta para casa; que, mesmo com fome, sempre tem um “Kirino” da vida para abrir um salame e sair comendo pelo mercado; comprar revista é perda de tempo, quando podemos ler todas no mercado… E por aí vai. Muitas histórias, começos e fim de amizade, o estacionamento do mercado abrigava muitos jovens que ouviam música, bebiam e estavam sempre juntos. Uma turma que eu nunca vou me esquecer. Um jogo de bicho bebe apelido, com os guris do Los 40B, pessoas que fizeram parte da minha vida, que fazem parte da minha história. E não poderia deixar de contar a história mais emocionante de todas: este ano, em 01 de dezembro vai fazer 8 anos desde aquele dia que bebemos em todos os bares de Carapicuíba e que na volta para casa o fim de noite foi eu caindo na guia de boca e tudo. Eu e você Ellen Fialho.

Se o Extra pudesse falar, será que diria que tem boas lembranças de nós? Das fotos que tiramos lá e que se perderam com o tempo; das lembranças que nós também guardamos de lá? Certamente ele diria: eu também amei e amo muito vocês.

Texto e foto: Fernanda Saraiva.

Coluna Política – A politicagem e seus derivados.

Por @ellenDetachez

Por volta de uma semana atrás eu vi uma postagem de uma antiga colega de curso. A mesma postou fotos de uma obra localizada no centro da cidade onde moro. Para ser mais exata, a obra trata-se do terminal de ônibus em frente a estação de trem. O terminal em questão, foi demolido para a reconstrução. A obra que tinha prazo limite de 6 meses para finalização, e mais de um ano depois o que vimos foram no máximo pilares erguidos.

Enfim, o tema nem mesmo é este. A questão é: as fotos publicadas no mural da tal colega de curso, a mesma trabalha (coincidentemente) com a assessoria de imprensa do belo prefeito, vinham com um belíssimo texto criticando quem um dia criticou o atraso da obra. Afinal, agora (quase 1 ano e meio depois da demolição) a obra estava “caminhando”.

Eis a dúvida.

Eis a dúvida.

Sabe, o que veio em minha mente: realmente moramos na mesma cidade? Realmente a colega passa por aquela região? Contudo, foi asfaltado uma via para transição de carros enquanto a atual via principal foi interditada para entrar em obras.

O que me indigna: olhar as fotos do projeto e olhar o caminho que esta tomando a obra. Uma via e com teto para os ônibus. Nada além disso. E ainda que cheguem perto do que realmente se tratava o projeto, será bem perto da eleições. Por qual motivo? Política ou politicagem?

Texto: Ellen Fialho.
Foto: Google.

Fica A Dica – A Paixão de Cristo.

Por @Detachez

Acontece no final de semana, feriado de Páscoa, a 13ª edição da encenação de A Paixão de Cristo, no Teatro de Arena da Aldeia de Carapicuíba, nos dias 17 e 18 de abril a partir das 19h. A peça conta com um elenco quase profissional, e os ensaios começaram em janeiro deste ano.

O drama "A Paixão de Cristo".

O drama “A Paixão de Cristo”.

O evento acontece desde 2001, sempre no mesmo local, e a cada ano vem aumentando o público que comparece no local para ver a peça, comer e beber comidas típicas desta época do ano, e conhecer o lugar que conta com ocas indígenas e povo nativo. Vai ser uma verdadeira festa, vale a pena dar uma passada e conferir.

Promo "A Paixão de Cristo".

Promo “A Paixão de Cristo”.

Serviços
Local: Teatro de Arena da Aldeia de Carapicuíba.
Endereço: Praça da Aldeia, 19, Carapicuíba – São Paulo.
Telefone: 4186-0687/0821.

Texto: Fernanda Saraiva.
Fotos: 01 – Google, 02 – Fernanda Saraiva.

 

Fica a dica – A Cápsula do tempo!

Por @kia_souee

Queridos leitores, eu estava aqui me questionando será que existe a possibilidade de voltarmos ao tempo? Bom, se temos essas condições eu não sei, mas confesso que nós blogueiras do SPNQSC (São Paulo Não Quer Ser Cinza) tentaremos congelar pelo menos uma parte de um tempo.

Logo menos.

Logo menos.

Como muitos sabem o blog completará 3 anos no próximo dia 31/03/2014 e nós não poderíamos deixar de comemorar essa conquista, assim, faremos uma CAPSULA DO TEMPO, essa será montada no dia 6 de abril de 2014 no Parque da Lagoa , Rua da Consolação 505 – Carapicuíba – SP, ás 12 hrs.

O evento será aberto para todos os públicos, juntaremos cartas, fotos e lembranças de leitores e blogueiros que comparecerem, guardaremos tudo em um recipiente que será enterrado para daqui a alguns anos nós abrirmos e relembrarmos o tão passado momento.

Contamos com a presença de todos, tragam seus objetos e compartilhem esse momento, além disso, tenho a impressão de que é o tempo que nos faz querer voltar ou seguir… Parar ou fugir de algo em algo.

 

O TEMPO É INFINITO NA SUA INFINIDADE E FINITO NA FINIDADE DE CADA SER HUMANO.

 

Texto por Keisa Kessia

SPorts – Carapicuíba!

Por @Detachez

A Prefeitura da cidade de Carapicuíba, na região oeste de São Paulo agrega muitos projetos aos ginásios esportivos que atendem a cidade. As atividades vão de aulas de dança a lutas e jogos de futebol.

A Prefeitura também implantou um projeto de alongamento para a 3ª idade, o que é muito importante, contendo também praças espalhadas pela cidade, onde podemos encontrar aparelhos de exercícios físicos.

Caminhada.

Caminhada.

Serviços:

Caminhada.
ESTÁDIO DO NITERÓI
Feminino e Masculino.
Endereço: Av. Perimetral Norte, 246 – Cohab 2.
Horário de Atendimento: Terça, Quarta e Quinta-feira das 8h às 10h.

Futebol.

ALDEIA
Escolinha de Futebol Infantil

Endereço: Parque da Aldeia.
CAMPO DO BAHIA
Escolinha de Futebol Infantil
Endereço: Jardim Tonato.CENTRO ESPORTIVO INAC DO ARISTON
Escolinha de Futebol Infantil
Endereço: Av. Dante Carraro, 333 – Ariston.

COMPLEXO ESPORTIVO FUCA DA VILA CRETTI
Escolinha de Futebol Infantil, Feminino e Masculino
Endereço: Rua José Fernandes Teixeira Zuza s/n – Vila Creti.
Telefone: (11) 4184-0315.
Horário de Atendimento: Das 8h às 17h, de segunda à sexta-feira.

GINÁSIO AYRTON SENNA
Feminino
Endereço: Av. Antonio Faustino dos Santos, 98 – Cohab 5.
Telefone: (11) 4187-1101.
Horário de Atendimento: Das 8h às 17h, de segunda à sexta-feira.

GINÁSIO TANCREDO NEVES
Escolinha de Futebol Infantil e Masculino
Endereço: Av. Inocêncio Seráfico, 2005 – Corintinha.
Telefone: (11) 4187-7000.
Horário de Atendimento: Das 8h às 17h, de segunda à sexta e sábado das 9h às 13h.

PARQUE DO PLANALTO
Escolinha de Futebol Infantil e Masculino
Endereço: Rua Serra de Mailasque, 40 – Jardim Planalto.
Telefone: (11) 4207-8035.
Horário de Atendimento: Das 8h às 17h, de segunda à sexta-feira.

Futsal.

GINÁSIO TANCREDO NEVES
Masculino
Endereço: Av. Inocêncio Seráfico, 2005 – Corintinha.
Telefone: (11) 4187-7000.
Horário de Atendimento: Das 8h às 17h, de segunda a sexta e sábado das 9h às 13h.
GINÁSIO AYRTON SENNA
Feminino e Masculino
Endereço: Av. Antonio Faustino dos Santos, 98 – Cohab 5.
Telefone: (11) 4187-1101.
Horário de Atendimento: Das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira.
Jazz.
GINÁSIO TANCREDO NEVES
Feminino
Endereço: Av. Inocêncio Seráfico, 2005 – Corintinha.
Telefone: (11) 4187-7000.
Horário de Atendimento: Das 8h às 17h, de segunda a sexta e sábado das 9h às 13h.Jiu Jitsu.

GINÁSIO TANCREDO NEVES
Endereço: Av. Inocêncio Seráfico, 2005 – Corintinha.
Telefone: (11) 4187-7000.
Horário de Atendimento: Das 8h às 17h, de segunda a sexta e sábado das 9h às 13h.

Alongamento.
PARQUE DO PLANALTO
Feminino e Masculino
Endereço: Rua Serra de Mailasque, 40 – Jardim Planalto.
Telefone: 4207-8035.
Horário de Atendimento: Das 8h às 17h, de segunda à sexta-feira.

GINÁSIO AYRTON SENNA
Feminino e Masculino –
Também para 3ª Idade
Endereço: Av. Antonio Faustino dos Santos, 98 – Cohab 5.
Telefone: 4187-1101.
Horário de Atendimento: Das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira.

Texto: Fernanda Saraiva.
Foto: Google.