Rapidinhas – Livraria Cultura.

Por @Detachez

Como todos sabem, já trabalhei na Cultura e gosto muito de alguns eventos que as lojas recebem. Portanto, vou falar sobre dois que achei bem bacanas.

Lançamento do livro: Classic Rock Kiss FM da rádio homônima. Uma rádio incrível que não se vendeu ao movimento pop e sertanejo universitário e manteve o rock nas veias. O lançamento será amanhã às 18h no piso do teatro no terceiro piso, lá no Conjunto Nacional.

Loja: Conjunto Nacional – Av. Paulista, 2073 – Bela Vista – telefone: 3170-4033.

Rock Kiss Fm

Rock Kiss Fm

Contação de história da Peppa Pig com a contadora Zenaide, lá no shopping Bourbon, nas Perdizes às 15h30 dia 08/06.

Loja: Bourbon Shopping São Paulo – R. Turiassu, 2100 – Perdizes. Telefone: 3868-5100.
Local: Espaço Infantil.

Peppa Pig.

Peppa Pig.

Texto: Fernanda Saraiva.
Drops: Eventos da Livraria Cultura.
Fotos: Google.

Anúncios

A Interiorana – UNITAU Com(m)vida!

Por

A Universidade de Taubaté nos ofereceu pela 4ª vez o grandecíssimo evento “UNITAU Con(m)vida”, que acontece em diferentes departamentos da Instituição e oferece diversas atividades: culturais, esportivas, artísticas entre outras, para os alunos e para a comunidade.

Neste ano, o Departamento de Ciências Sociais e Letras (que é onde estudo) contou com palestras sobre o Golpe de 64, contextualizando o momento anterior ao golpe e como se deu o ato; temas sobre a valorização da cultura regional, com diálogos sobre memórias do Vale; mesas contistas e a visão das personagens mulheres da perspectiva de autores e autoras, apresentação de maracatu, divulgação de livros de alunos da universidade, exposições: da Casa do Figureiro, de desenhos da aluna Bruna Assaf, de varal de poemas de Guido Campos foram apresentados aos alunos. Contudo, quero chegar à palestra que mais me marcou (e que acho oportuno contar a vocês) e que contou com a presença do escritor/roteirista Alexandre Gennari.

Hoje Alexandre vive sua vida entre São Paulo e São Luís do Paraitinga. Para divulgar seus escritos, ousou transformá-los em curtas, chegando a ser premiado pelo The Chamizal Independent Film Festival, evento este que é realizado em El Paso, no México.

Na semana do UNITAU Con(m)vida mostrou-nos dois de seus curtas, e um deles foi ‘Os sons do Divino e o Espírito Santo do silêncio’, nome dado também a seu livro de contos, o qual gerou o curta que se passa na cidade de São Luís, durante a conhecida Festa do Divino, momentos anteriores à catástrofe e que repercutiu nacionalmente, causada pelas fortes chuvas e enchentes na cidade.

A professora de Língua Inglesa, Andréia Alda havia trabalhado um de seus contos na roda de Literatura Inglesa dialogada. ‘A morte do Super-Homem’ me aproximou de um ótimo escritor! E, naquela semana cheia de cultura e luz, pude ter contato com esse homem que… Ah, inspirou-me da forma mais intensa.

Fiz algumas perguntas a ele, e uma delas foi sobre a ausência de diálogo nos seus curtas, apesar de ser esperado obviamente por causa dos nomes que levam consigo; queria saber se era uma visão interiorana que ele tinha (por isso achei oportuno contar dessa experiência a vocês), pois o curta relata-nos a história de Pituinha, uma menina do interior, que mal dialoga com o pai, apenas o segue e se manifesta bem pouco. Alexandre começa a responder me dizendo sobre os tipos de silêncio: o silêncio que nos deixa em paz e nos refugia do mundo e o silêncio que machuca, que nos dá agonia e eu achei incrível a filosofia que estava se seguindo.

Continuou contando que não era uma visão ‘interiorana’ como eu havia achado, mas sim de ‘sociedade’. Disse-me que cada vez mais as pessoas têm perdido o contato falado, sabem? Aquela coisa “à moda antiga” do olho no olho? Com tanta tecnologia, as pessoas têm se distanciado e se privado de um diálogo, de repente, com os pais, etc.

Decidi, então, comprar seu livro de contos! Não só pelo interesse desse homem pelas cidades daqui, não só por ter visitado a nossa Universidade, mas sim por ser, além de inteligente, um poeta! Isso, esse homem tem alma de poeta! Gostaria de compartilhar com vocês um trechinho de um de seus contos e de repente, convidá-los a conhecer mais de seu trabalho e descobrir mais da psique masculina.

Trapézio

[…]

Ao tocar o chão, estava a menos de dois passos de nós. O foco de luz faria dele um anjo. Me olhou de relance mas apaixonadamente. Seu olhar queimava. Era firme, desafiador… e era lânguido. Estendeu a mão para ela que, como que hipnotizada, fixou o olhar em meus olhos, enquanto dava a mão para ele. Entregou-se suavemente, como num transe. Atracou-se ao corpo do trapezista que agora subia pano acima com movimentos ágeis. Podia sentir seu corpo magro, forte, perfeito. Músculos de pernas, braços, tórax, enrijeciam e relaxavam e tornavam a enrijecer. Tudo tão irreal, sonho confuso, mas gostoso de sonhar, sonho lascivo, permissivo… sem culpas ou remorso.

Apertou mais firme o corpo dele, olhos fixos em mim e em seu olhar, também não havia culpa, havia ternura, entrega. Em mim, nenhum desespero.

Quanto mais se achegava ao corpo dele, melhor sentia seu calor e o volume, estranhamente rijo sob a calça muito justa, pulsando contra sua coxa, contrastando com aquele corpo tão delicado, efeminado, quase andrógeno.

Alexandre Gennari

Texto: Thaís Calado.
Foto: Thaís Calado.

Arte em Sampa – IV Seminário de Filosofia e Cultura.

Por @Detachez

Promo Seminário.

Promo Seminário.

A Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação (FAPCOM), situada na Vila Mariana,  receberá nos dias 23 e 24 de abril um seminário sobre Filosofia e Cultura, para discutir o pensar do saber e ser contemporâneo.

O evento visa ministrar duas palestras, e dois debates. Para participar, os interessados devem se inscrever pelo site da faculdade. Vale a pena participar das discussões que contarão com professores e alunos.

PROGRAMAÇÃO.

 

 

Dia/hora

 

23/04/2014

 

24/04/2014

Das 14h às 16h

Oficinas de apresentação dos trabalhos desenvolvidos por alunos e professores.

 

 

Das 16h às 16h30

 

Intervalo

 

 

Das 16h30 às 18h

Palestra | Educação e Novas Tecnologias

 

 

Das 18h às 18h30

 Intervalo

 Intervalo

Das 18h30 às 20h

Apresentações de Comunicações de Alunos da Graduação.

Debate | Do Louvor ao espanto digital: a filosofia é necessária para pensar o ciber mundo?

Das 20h às 22h

Debate | O problema da Imagem na Educação.

 

Palestra | Filosofia, Tecnologia e Responsabilidades.

 

Serviços.

Rua Major Maragliano, 191 – Vila Mariana, São Paulo – SP, 04017-030.
Telefone: (11) 2139-8500. Próximo ao metrô Vila Mariana (linha azul) e Ana Rosa (linhas azul e verde).

Inscrições: http://www.fapcom.edu.br/especial/IVSeminariodeFilosofiaeCultura#board

Texto: Fernanda Saraiva.
Foto: Site Fapcom.

Arte Em Sampa – Grafite e estencil.

Por @Detachez

Grafite

Grafite

Não me canso de falar sobre grafite e estencil, porque é um modo de os artistas expressarem suas mágoas, sentimentos e toda a mágica que essa arte contém. Já escrevi sobre o assunto na Ressaca, contando mais detalhadamente sobre o assunto, e como todos estamos antenados sobre o que se trata, posso escrever com menos preocupação, porém vamos apenas relembrar.

Estencil.

Estencil.

O estencil é muito utilizado para politizar sentimentos de raiva, amor, pedidos, entre outras coisas, e sempre nos identificamos mais com ele, por ser mais difícil e um pouco mais chamativo, mais bonito de se ver. E hoje eu vou contar sobre um cantinho que já é muito especial para mim, fica na Vila Mariana zona sul de São Paulo, mais precisamente na rua Capitão Cavalcanti. Vou fazer faculdade de jornalismo lá, na Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação (FapCom) e quando fui entregar os documentos, me deparei com um lindo muro, cheio de grafite e de estencil. A pena maior é que o muro não tinha nenhuma assinatura, e assim ficou mais difícil reconhecer o artista.

De qualquer forma, fica aqui meu amor imenso pela arte que colore cada vez mais a São Paulo que não quer ser cinza.

Texto e fotos: Fernanda Saraiva {Spinelli Détachez}

Ressaca – Museu da Diversidade.

Por @Detachez

Aqui mesmo, na cidade de São Paulo, com acesso a todas as pessoas que utilizam transporte público, temos o Museu da Diversidade, Centro de Cultura, Memória e Estudos da Diversidade Sexual. Não sabia? Pois é. Se encontra na estação República que tem acesso pela linha  dois vermelha do metrô e pela linha quatro amarela da ViaQuatro.

Museu da Diversidade.

Museu da Diversidade.

O espaço é pequeno, mas a informação que encontramos lá é enorme. Agora, quem visitar poderá encontrar a exposição Moda e Diversidade, que conta com fotos incríveis com a visão poética dos fotografos, sobre os modelos e seus diferentes estilos. Além dos modelos, pode ser vistas belas fotos da transexual Lea T. filha do ex jogador da seleção brasileira de futebol Toninho Cerezo. O olhar dos fotografos toca o espectador de forma única.

O museu foi inaugurado em Maio de 2013, pelo Governador Geraldo Alckimin, e assinam com ele este projeto o Secretário de Estado da Cultura Marcelo Mattos Araújo e o Secretário de Estado dos Transportes Metropolitanos Jurandir Fernandes.

O local funciona durante o horário de funcionamento da estação República exceto aos finais de semana. Vale a pena dar uma passada e sentir a vibe do local. Não é cobrado valor para entrar e ainda é possível assinar para marcar presenhça em um livro.

Foto da exposição.

Foto da exposição.

Sobre a exposição: Moda e Diversidade – Editoriais da Revista MAG!

O curador Paulo Borges reuniu fotos da revista MAG!. As fotos estão expostas em blocos, cada um contando uma história diferente.

Leitores Recomendam – Colunista recomenda: “indicações dos leitores”

Por @kia_souee

E ai povinho?! Hoje a coluna “Leitores recomendam” vem com um desabafo, sim irei falar a verdade…

O objetivo da coluna é mostrar quantas coisas interessantes esperam por nós, se tem um lugar no qual você gosta vale a pena compartilhar com os amigos e as de mais pessoas, se eu vejo algo que me atrai em um blog ou site é interessante ir verificar- e é isso que o Blog São Paulo não quer dizer cinza busca – recomende algo para que verifiquemos e recomendemos para os demais leitores.

Vivemos em um país tropical, cheio de lugares maravilhoso, nossa capital (SP) esta gritando para que aproveitemo-la, então vamos lá galera, recomende um lugar, uma musica, um momento e o que mais achar interessante conosco, mande-nos um email, comentário ou recado nas redes sociais: Facebook, e-mail: saopaulonaoquersercinza@live.com .

Texto: Keisa Kessia.
Revisão: Spinelli Détachez.
Foto: Produção #SPNQSC.

Estação Cultura.

Já faz um tempo que o Metrô começou com a cultura em suas estações. Dentre as atrações, existem tours pela cidade, utilizando o próprio Metrô, fotos da antiga São Paulo dos anos 30 e 50 e homenagens a cidade, das formas mais doces e lindas.

Exposição do Metrô República.

Exposição do Metrô República.

Hoje, porém, venho colocar em holofote a exposição que abrange São Paulo em poesia, música, contos e quadrinhos. Isso mesmo, quandrinhos. A estação República* do Metrô, linha dois vermelha e linha quatro amarela da Via Quatro, abriu um espaço no piso abaixo do bloqueio de saída da estação, para expor em 11 figuras, sendo a primeira uma explicação da história e o restante imagens em quadrinho, contando a história de fato.

Vale ressaltar que a história é incrível, contando o cotidiano de uma pessoa, que anda pelas ruas de São Paulo, e ainda utiliza o metrô para se locomover a grandes distancias. Só vendo de perto para conferir. Vou postar algumas fotos e a história completa na página do blog no Facebook. (Ao lado temos uma caixinha de “curtir”).

Exposição do Metrô República.

Exposição do Metrô República.

*Estação República: Localizada na Rua do Arouche, 24 a estação da linha dois vermelha do Metrô e da linha quatro amarela da Via Quatro funciona de domingo a sexta das 04h às 00h25 e aos sábados das 04h às 01h tem espaço amplo de 39.050 m², com capacidade para comportar até 80.000 passageiros/hora/pico. Teve sua inauguração em 24/04/1982. Na estação encontramos: acesso para pessoas portadoras de deficiência, balcão de informação, elevadores, sanitários (do lado de fora do bloqueio) e caixa de sugestão.

Spinelli Détachez.